Usar ou não usar a chupeta? Eis a questão!!!

Usar ou não usar a chupeta

 

A questão está lançada!

Devemos ou não dar chupeta para os bebês???

Eu vou mostrar os prós e contras referentes ao seu uso e, no final, VOCÊ DECIDE!

 

ARGUMENTOS CONTRA:

1)Sucção: a sucção não-nutritiva por longos períodos (sugar sem receber alimento) faz com que o bebê tenha uma alteração na sua percepção de saciedade, além de provocar a fadiga da musculatura da boca/mandíbula. Isto influencia negativamente, encurtando a duração da mamada e aumentando os períodos entre as mamadas.  (Crianças que usam chupeta mamam com menos frequência, determinando menor produção de leite materno e, consequentemente, necessidade de suplementação com fórmula).

2) “Confusão de bicos”: o bebê que usa chupeta, principalmente antes de 3-4 semanas de vida, tem mais dificuldade para realizar a pega/sucção do seio materno e acaba preferindo o bico artificial.

3) Mastigação: o recém-nascido, desde antes do nascimento, exercita a mastigação deglutindo o líquido amniótico. E ele continua a aprender a usar toda a sua musculatura após o nascimento, sugando o seio materno. Aqueles que usam chupeta tendem a apresentar a mastigação utilizando apenas um lado da boca, causando problemas nas articulações e na deglutição, devido ao posicionamento errado da língua.

4) Respiração: crianças que mamam o seio materno exclusivamente apresentam a respiração APENAS pelo nariz, o que é desejável nesta fase. Já aquelas que usam chupeta, apresentam a respiração bucal ou mista, o que altera o desenvolvimento craniofacial da criança.

5) Fala e linguagem: o uso de chupeta altera a articulação dos sons e da fala, limitando o balbucio e a emissão de palavras.

6) Dentição: crianças que usam chupeta têm chance aumentada de apresentar alterações dentárias, como a mordida cruzada.

7) Otite média: crianças com menos de 18 meses que usam chupeta têm uma chance maior de 33% de apresentar um episódio de otite do que aquelas que não usam.

8) Infecções: o uso de chupeta está associado com maior incidência de diarreia e de mortalidade infantil, com o aumento da probabilidade de hospitalização e de eventos de respiração ruidosa, asma, dor de ouvido, vômitos, febre, diarreia, cólicas, aftas e candidíase oral (sapinho). Além disso, algumas chupetas possuem n-nitrosamina (substância que dá mais elasticidade à borracha) que ao entrar em contato com a saliva pode ser nociva à saúde do bebê.

9) Inteligência: acredita que até nisso a danada da chupeta pode influenciar? As crianças que usam chupeta solicitam menos a atenção dos pais e, por isso, são também menos estimuladas. Um estudo mostrou que na vida adulta, estas crianças tem um desempenho intelectual 16% menor.

10) Vícios: crianças que usaram chupeta tendem a ser mais ansiosas e a apresentar um comportamento mais compulsivo na vida adulta, seja para comida, seja para cigarro ou drogas.

 

ARGUMENTOS A FAVOR:

1)Sucção não-nutritiva: a chupeta pode ser usada para treinamento da sucção de bebês que fizeram uso da sonda oral, enquanto internados, para a alimentação. Apesar de ser apenas uma das opções para este treinamento.

2) Manejo da dor: a sucção para o bebê é um mecanismo de redução da dor já comprovado cientificamente. A chupeta pode ser usada como um auxiliar no manejo da dor do recém-nascido. No entanto, vale lembrar que a amamentação provê contato pele a pele, calor, balanço, cheiro, voz materna e, possivelmente, opiáceos endógenos (substâncias que reduzem a dor) presentes no leite materno, os quais são superiores à chupeta.

3) Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL): atribuída às mortes de crianças que não podem ser explicadas após a completa investigação do caso. Tem muita relação ao fato da criança DORMIR DE BRUÇOS- POR ISSO LEMBREM-SE: A CRIANÇA DEVE DORMIR EM BERÇO PRÓPRIO, DE BARRIGA PARA CIMA E SEM MUITOS CACARECOS, COMO ALMOFADAS E BICHOS-DE-PELÚCIA!!!,  estar superaquecida e ser submetida ao tabagismo passivo. Segundo estudos, o uso de chupeta DURANTE O SONO, ATÉ UM ANO DE IDADE E APÓS O ESTABELECIMENTO DO ALEITAMENTO MATERNO reduziu o número dos casos de SMSL. Lembrando que o aleitamento materno é também um dos principais fatores de proteção contra ela.

 

barriga

 

Entre os benefícios citados do uso de chupeta está seu efeito tranquilizante sobre o comportamento agitado do bebê, especialmente em crianças irritadas e com cólicas, tranquilizando e diminuindo os episódios de choro da criança. (A tradução literal de chupeta do inglês “pacifier” é pacificador, calmante).

Entretanto, é importante enfatizar que existem outras estratégias para acalmar bebês e manejar o seu choro, como organizar globalmente o bebê, aconchegá-lo, cantar, praticar contato pele-a-pele, banhá-lo, usar o ofurô…

Mais do que isso, os pais precisam entender que os padrões de choro dos bebês são diferentes e podem significar coisas distintas.

Ao dar a chupeta, você inibe sim o choro, mas também inibe a conexão com o seu filho, quebra um vínculo em formação e reduz a sua estimulação.

Os prós e contras referentes ao uso da chupeta estão apresentados acima.

Cabe agora você escolher!!!

Escolha sabiamente e até a próxima semana.

(PS.: venhamos e convenhamos que foi uma lavada de 10 3 à la Alemanha).

 

Dr Vinícius F. Z. Gonçalves-Pediatra e Neonatologista

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria- Uso de Chupetas em Crianças amamentadas: prós e contras- Agosto de 2017.

 

2 comentários sobre “Usar ou não usar a chupeta? Eis a questão!!!

  1. Pode adicionar tbm nos contras os riscos de desmame precoce devido a confusão de bicos, redução da produção de leite, que tbm pode trazer a confusão de fluxo….
    Mas Dr, oq fazer com relação ao sono do bebê? Dizem que a chupeta ajuda a emendar um ciclo de sono no outro…

    Curtir

    1. Sim! De fato, ainda existem inúmeros argumentos contra o uso da chupeta.

      Algumas crianças ,realmente ,adormecem com mais facilidade usando-a (devido ao efeito calmante/analgésico referido no texto). Mas observe, que grande parte dos bebês, após o sono profundo, acabam cuspindo ou soltando a chupeta.
      O uso noturno pode prevenir a Morte Súbita, mas devemos ter cautela para encorajar o seu uso. Devemos evitar que ela vire uma “muleta” indispensável ao sono da criança, além de termos em mente que podemos já ter mudança no céu da boca, dentes e respiração com o seu uso após o primeiro ano de idade.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s